Blog Widget by LinkWithin

quarta-feira, 22 de julho de 2009

Cronologia IV – de 1912 a 1920

1912 - Ascenso Ferreira torna-se funcionário da Prefeitura dos Palmares.
O Major GONOAB PESSOA DE ALBUQUERQUE assume a presidência do Legislativo Municipal.
É publicado o primeiro número do jornal A NOTÍCIA.
O Cel. LUIZ AMARO DE FRANÇA FERREIRA é eleito Prefeito dos Palmares.
1913 - Neste ano está exercendo a função de Juiz de Direito da Comarca dos Palmares, o DR. MANOEL ARTUR DE SÁ FERREIRA, o primeiro a exercer o cargo em Palmares.
O Capitão JOSÉ MARQUES DE ALMEIDA assume a presidência do Legislativo Municipal.
26 de janeiro - surge o periódico O DESPERTAR.
15 de novembro - É publicado o jornal dantista, de propriedade do Cel. Luiz de França, A ÉPOCA, tendo como colaboradores principais José Coimbra e Carlos Rios.
1914 - 6 de dezembro - O farmacêutico Otaviano de Lagos e o Dr. Fausto Figueiredo, engenheiro civil dos serviços de conservação da Great Western of Brazil Railway, fundam o THEATRO CINEMA APOLO. Dr. Fausto Figueiredo assume a presidência da Câmara Municipal.
Cine Teatro Apolo em Palmares fotografado por Valdir Pedrosa
É editado o jornal O JARDIM.
Um grupo de ferroviários, liderados por Olímpio de Souza Cruz, Ramiro Francelino, Possidônio Alves, Afonso Gomes, José Norberto e Antônio Jerônimo, organizam e fundam a BANDA MUSICAL FERROVIÁRIA, denominação que durou até 1955, quando foi substituída por BANDA MUSICAL 15 DE NOVEMBRO.
1916 – Dr. FAUSTO FIGUEIREDO é eleito Prefeito dos Palmares.
A USINA 13 DE MAIO é posta em hasta pública, em razão de débitos contraídos e não saldados com a firma recifense Cândido Cascão e com o Estado, quando o Dr. Leopoldo Pedroza de Melo tornou-se seu proprietário, com a interveniência do Governo do Estado, Dr. Manoel Antônio Pereira Borba, que indenizou os proprietários anteriores e cuja quantia para polo novo proprietário foi aquele das obrigações de débito.
Dr. JOÃO PACHECO QUEIROGA é eleito Presidente da Câmara Municipal.
29 de novembro - O Grêmio Literário Olavo Bilac, do Colégio São Sebastião, publica o jornal O PALÁDIO.
1917 – Ascenso Ferreira funda a sociedade HORA LITERÁRIA DE PALMARES, juntamente com Fenelon Barreto, Barros Lima e Antonio de Barros Carvalho. Reuniam-se aos domingos no Clube Literário.
8 de julho - Nasce o teatrólogo HERMILO BORBA FILHO.
É inaugurada a USINA SERRA AZUL, sendo proprietário o Cel. José Piauhylino de Melo que, em 1922, mudou o nome para USINA SERRO AZUL.
1918 – No terceiro ano do governo do Dr. Fausto Figueiredo é inaugurada a PONTE DE JAPARANDUBA, construída em convênio com o Governo do Estado, em cuja inauguração esteve presente o Governador Dr. Manoel Antônio Pereira Borba.
De janeiro a março assume a Paróquia o padre JOSÉ APOLINÁRIO.
Em abril, é empossado como Vigário da Paróquia o padre VERGÍNIO ESTANISLAU AFONSO.
1919 – É eleito Prefeito dos Palmares o Dr. VIRGÍLIO FREIRE.
Dr. Fausto Figueiredo é eleito Presidente da Câmara Municipal.
1920 – O Theatro Cinema Apolo encena a primeira peça teatral O COMENDADOR, texto de Lelé Correia, dirigida por Miguel Jasselli.


Fonte: arquivo da Câmara Municipal
Aceitamos colaboração para completar esta cronologia.

2 comentários

Delano Marroquim de Barros Carvalho disse...

Em 1917, pediria fazer uma pequena correçao no nome "Antonio Barros de Carvalho" para "Antonio de Barros Carvalho" - importantissimo, para poder diferenciar esta família Barros Carvalho - original de Palmares (Engenhos Camevou e Santo Antonio) de outras famílias pernambucanas que tem os mesmos sobrenomes. Consulte o site http://www.delanocarvalho.com - one há mais informações. Agradeço antecipadamente as atenções.

Amara disse...

Delano,

Nós que agradecemos a visita e a correção.
A cronologia aqui publicada foi pesquisada nos arquivos da Câmara Municipal.

Postar um comentário

Topo da página