Blog Widget by LinkWithin

sábado, 20 de junho de 2009

Dados Gerais

Palmares é uma das divisões geo-botânicas do nordeste do Brasil. Os palmares constituem originalidade da vegetação nordestina. Altos, densos, geralmente puros e de uma só espécie de palmeiras de natureza xerófila ou higrófila. Outros existem com mistura de três ou quatro espécies de árvores de porte alto. Dentre as palmeiras que vegetam nessa região, sobrelevam-se a carnaúba (Copernica cerifica), a buriti (Mauritia vinifera), a buritana (Mauritia axulenta), a bacaba (Denocarpus distichus), o babaçu (Orbignia martiana), etc. Tais zonas se desenvolvem na Bahia, Piauí, Maranhão, Pernambuco, Ceará, Paraíba, rio Grande do Norte, Alagoas e Sergipe.

Palmares foi um famoso quilombo do interior pernambucano e alagoano, dirigido pelo valente Zumbi.

A sede do município dista 104 km em linha reta e 128 km pela BR-101 de Recife, a capital do estado; 145 km de Garanhuns e 223 de Maceió, a capital do estado de Alagoas.

Situa-se a 125 metros acima do nível do mar.

Limita-se ao norte com o município do Bonito, a nordeste e leste com Joaquim Nabuco, ao sul com Xexéu, a sudeste com Água Preta e a oeste com Catende.

O clima predominante é do tipo quente e úmido, com chuvas de inverno e temperaturas máximas de 32 ºC e mínimas de 18 ºC.

O relevo é, em sua quase totalidade, moldado em rochas do pré-cambriano, predominantemente granito, gnaisses e xistos. A parte sedimentar é representada por argilas variegadas, arenitos e cascalhos. Predomina o latossolo vermelho-amarelo.

A topografia, predominantemente ondulada, caracteriza-se por um conjunto de morros e colinas com altitudes não superiores a 120 m e pediplanos resultantes do alargamento do vale do rio Una e seus afluentes.

Sua flora é composta por restos da vegetação primitiva da Mata Atlântica, algumas espécies arbóreas de alto valor econômico podem ser ainda encontradas testemunhando o que foi a floresta nativa. Entre outras, pode-se detectar a presença da urucuba, louro, ipê amarelo, jatobá, pau-ferro, jacarandá mimoso e rosa, maçaranduba, pau d'arco, oiticica, camaçari rosa e branco, sucupira roxa e branca, etc.

O município dos Palmares faz parte da microrregião homogênea denominada mata úmida, contida totalmente na Bacia do Una.

Datas importantes ->

· Criação da Comarca formada a partir dos termos de Barreiros e Água Preta - 13 de maio de 1862
· Criação da freguesia de Nossa Senhora dos Montes - em 28 de maio de 1868
· Criação da vila - em 24 de maio de 1873
· Primeira sessão da Câmara de Água Preta em Palmares - 26 de setembro de 1873
· Elevação a cidade - em 09 de junho de 1879
· Criação do distrito de Palmares - em 28 de novembro de 1892
· Constituição do município - em 13 de janeiro de 1893
· Criação da comarca - em 23 de maio de 1906
· Data Cívica é comemorada em 09 de junho

Seja o primeiro a comentar!

Topo da página