Blog Widget by LinkWithin

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Festival Pernambuco Nação Cultural chega à Mata Sul do Estado

Recebido por e-mail

De 17 a 22 de outubro, Palmares e mais sete cidades da região vão abrigar ações de difusão e formação cultural

Festival Pernambuco Nação Cultural

Terra de grandes poetas, primeiro município a possuir um teatro no interior de Pernambuco, Palmares, também chamada de Atenas Pernambucana, por ter sido berço de renomados e importantes poetas Pernambucanos, recebe a próxima etapa do Festival Pernambuco Nação Cultural. Como tem acontecido em todas as regiões, a descentralização é a marca do circuito, levando ações de linguagens artísticas e de formação a mais sete cidades da Mata Sul pernambucana: Água Preta, Barreiros, Catende, Gameleira, Rio Formoso, Tamandaré e Vitória de Santo Antão.
As chuvas que devastaram parte da cidade, ano passado, impediram o festival de acontecer na região. Este ano, o Governo do Estado, através da Secretaria de Cultura e Fundarpe, estão investindo em diversão, arte e formação, entre os dias 17 a 22 de outubro. Nesse período a população de todas as cidades terá acesso gratuito a ações de artes cênicas, literatura, audiovisual, fotografia e artesanato. A música, como principal agregadora de público, estará presente com palcos de grandes shows no centro de Palmares, além de apresentações de artistas mais populares e ligados à tradição, que se apresentarão no palco da praça Paulo Paranhos.
Através de ações descentralizadas espalhadas pelos quatro cantos do Estado, o FPNC visa fomentar a formação cultural, valorizando as manifestações artísticas de cada região. A iniciativa é parte de uma política pública adotada pela Fundarpe desde 2007, que a cada ano estabelece um calendário anual cobrindo todas as 12 Regiões de Desenvolvimento, através de parcerias com os municípios parceiros.

SHOWS
– A programação do palco principal, localizado no Pátio de Eventos Luiz Gonzaga, no centro de Palmares, dará espaço não só a estrelas já consagradas, mas também servirá de vitrine para que novos artistas apresentem seu trabalho. Na sexta-feira (21), a partir das 20h, o público confere os shows de Cikó Macedo, Renata Rosa, Silvério Pessoa, Petrúcio Amorim e Geraldinho Lins. No sábado, a partir das 21h, apresentam-se Zé Ripe, Edilza, Maciel Salú, Orquestra Contemporânea de Olinda e Elba Ramalho.

PALCO REGIONAL
– A partir de terça até sexta-feira (21), terão início as atividades do Palco de Cultura Popular, localizado na Praça Paulo Paranhos, centro da cidade, sempre às 18h. Nela se apresentarão artistas da região da Mata Sul como o Samba de Matuto Leão do Norte, Os Kabras do Rio, Emboladores Mirim, Aurinha do Coco, Reginaldo Violeiro, e muitos outros.

LITERATURA
– Projeto já consagrado nos festivais de Garanhuns, Gravatá e Petrolina, o A Gente da Palavra chega a Palmares nos dias 21 e 22, com participação dos poetas Mariane Bígio, Artur Rogério e outros da região. Eles levam poesia até as pessoas, indo até suas casas e trabalho. Outra ação importante desta linguagem, inédita nos festivais, é o projeto Literatura nas Paradas. Os poetas fazem “ponto” nas paradas de ônibus, recitando poesias para as pessoas que estão em trânsito pela cidade e disponibilizando a todos uma minibiblioteca ambulante.

AUDIOVISUAL
– A mostra itinerante Cinema na Rua, durante toda a semana do festival, passará por Palmares, Água Preta, Barreiros, Catende, Gameleira e Rio Formoso, exibirá durante a semana os seguintes filmes: Faço de Mim o que quero, de Sérgio Oliveira e Petrônio de Lorena; Até onde a vista alcança, de Felipe Peres Calheiros; Aqui mora uma pessoa feliz, de Jean Santos; Jumento Santo e a Cidade que acabou antes de começar, de Leonardo Domingues e William Paiva; Incenso, de Marcos Hanois e Vou Estraçaiá, de Tiago Leitão.


OFICINAS – Entre os dias 18 e 21, cerca de quase 30 ações de formação serão ministradas por técnicos da Fundarpe, que irão se espalhar pelos municípios da Mata Sul, dando oficinas dos mais variados temas como iniciação à fotografia, montagem de rádios comunitárias, fanzines, filmagem e edição de vídeos, entre muitos outros. Dessa forma, o FPNC objetiva plantar uma semente em cada cidade, possibilitando ao público a chance de adquirir conhecimentos importantes para sua profissionalização.

Seja o primeiro a comentar!

Topo da página